Redes Sociais:
Buscar por:

::Institucional::



Histórico

A Escolinha de Arte de Florianópolis foi criada em agosto de 1963 pela diretora do Departamento de Cultura da Secretaria da Educação e Cultura Profª. Emiliana Maria Simas Cardoso da Silva e pela Profª. Maria Helena Galotti. Iniciou suas atividades junto ao Museu de Arte Moderna de Florianópolis, hoje Museu de Arte de Santa Catarina, que na época situava-se na Casa Santa Catarina.Nesta época sua filosofia seguia os moldes da Escolinha de Arte do Brasil, valorizando a espontaneidade e a liberdade de expressão.

 
Em 1968, o Museu de Arte Moderna de Florianópolis foi transferido para uma casa na Av. Rio Branco e a Escolinha de Arte passou a funcionar no subsolo desta casa.
 
A Escolinha de Arte participou em 1972 e 1973  de Exposições Internacionais de Arte Infantil, recebendo várias premiações, inclusive o prêmio especial, com medalha de ouro para a aluna Simone Marçal Alves, de 9 anos, em Tóquio no Japão.
 
Junto com o Museu de Arte de Santa Catarina em 1976, mudou-se para uma residência na Rua Tenente Silveira. Em 1979, foi criada a Fundação Catarinense de Cultura e a Escolinha de Arte, tornou-se subordinada a este órgão. Em julho deste ano, a Escolinha de Arte mudou-se para o subsolo da Casa de Cultura, hoje Biblioteca Pública de Santa Catarina. Neste momento a Escolinha funcionava como um laboratório irradiador de cultura e de incentivo à educação artística.        
 
Visando descentralizar suas atividades, ampliando seu atendimento, nasceram os primeiros projetos da Escolinha, aprovados pela FUNARTE como: Arte e Lazer, Atelier de Arte, Arte e Educação. Posteriormente surgiram: Rememorando, Ambulante e Preenchendo Espaço.
 
Em 1988, em comemoração aos seus 25 anos, a Escolinha realizou o “Encontro de Arte-Educadores da Região Sul”, evento que contou com a participação de palestrantes como Ana Mae Barbosa, Noêmia Varela, Raimundo Martins, Fayga Ostrower, entre outros. Contou com cerca de 500 participantes.  
 
Em março de 2008, a Escolinha de Arte passou a atender nas dependências do Centro Integrado de Cultura.  
 
Em 2009 e 2010 as aulas na Escolinha de Arte foram suspensas em virtude da reforma nas dependências do Centro Integrado de Cultura - CIC,  passando a desenvolver suas ações educativas de forma itinerante, atendendo as instituições: Escola de Educação Básica Hilda Teodoro Vieira, Creche Nossa Senhora de Lurde, Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina e Paróquia Nossa Senhora de Lourdes e São Luís.
 
Após a conclusão da reforma em 2011, a Escolinha de Arte reiniciou suas atividades no Centro Integrado de Cultura desenvolvendo ações educativas com crianças e adolescentes, e também atendeu o Projeto Escola na Escolinha, na Escola de Educação Básica Hilda Teodoro Vieira. Desde 2012, segue com suas atividades no CIC junto à comunidade por meio de sorteio público das vagas e com o Projeto Escola na Escolinha, agora atuando com as instituições Creche Nossa Senhora de Lourdes e Núcleo de Educação Infantil Tapera.
 
A Escolinha de Arte visa oportunizar e estimular experiências artístico-estéticas nas diversas linguagens, facilitando assim, a imaginação, a socialização, a capacidade crítica e o conhecimento da criança.
 
 
“A imaginação não é a faculdade de formar imagens da realidade, é a faculdade de formar imagens que ultrapassam a realidade.”(Bachelard)
 
 
Arte-educadoras: Ana Paula Salvalaggio Giron e Simone Faoro dos Santos.
 
Estagiárias: Beatriz de Freitas Figueiredo, Beatriz Gonçalves, Eliandra Helena da Silva e Mayra Souza Gandra
 
Administradora da Escolinha de Arte: Arte-educadora Alessandra Ghisi Zapelini