Redes Sociais:
Buscar por:

::Mais notícias::


Cinema do CIC recebe mostra de filmes em homenagem ao Dia Mundial do Refugiado

Segunda, 19 de Junho de 2017
Para marcar o Dia Mundial do Refugiado, celebrado em 20 de junho, o Grupo de Apoio a Imigrantes e Refugiados em Florianópolis e região (GAIRF) realiza a mostra de cinema REFUGIADOS.DOC. Seis documentários abordam a partir de diferentes perspectivas as histórias de pessoas forçadas a abandonar seus países por causa de guerras, catástrofes naturais, perseguições e violações de direitos humanos. A abertura da mostra será no dia 26 de junho, às 20h, no Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), com a apresentação de quatro curtas-metragens brasileiros. 
 
O documentário “Refugiados – A vida de Popole Misenga” retrata a história do judoca congolês que integrou a primeira equipe de refugiados a disputar os Jogos Olímpicos. Misenga chegou ao Brasil 2013 para participar de um campeonato de judô e viu na viagem a oportunidade de buscar um futuro melhor longe da República Democrática do Congo, onde conflitos armados deixaram cerca de 6 milhões de mortos nas últimas duas décadas. O filme é de Cavi Borges, também diretor de “Cidade de Deus – 10 Anos Depois”. 
 
Pensado e filmado junto com os moradores da Casa do Migrante, “Home Video” apresenta o olhar de imigrantes e refugiados sobre sua própria condição na cidade de São Paulo. A produção catarinense “Rekomanse” mostra o cotidiano de haitianos que vieram para Chapecó depois do terremoto de 2010. “Vidas Deslocadas” conta a história de Faez Abbas e Salha Nasser, casal de refugiados palestinos reassentados no Rio Grande do Sul.
 
No dia 27 serão exibidas duas produções que integram a mostra “Olhares sobre o Refúgio” da ACNUR (Agência da ONU para Refugiados), evento que está passando por cinco capitais brasileiras no mês de junho.
 
“Bem-vindo ao Canadá”, curta metragem de 2016, traz a história do jovem refugiado sírio Mohammed Alsaleh. Depois de fugir da tortura e prisão do regime de Assad, Mohammed está reconstruindo sua vida no Canadá e ajudando os compatriotas recém‐chegados.
 
O longa-metragem “A Casa de Lucia”, dirigido pelo cineasta curitibano João Marcelo, retrata a história de uma refugiada síria que vive no Brasil e faz uma viagem inesperada para reencontrar seus pais e irmãos no Kuwait. Os registros da viagem foram gravados pela própria Lucia, que também é a primeira refugiada a conseguir uma transferência entre sua faculdade de origem e uma Universidade Federal brasileira. O filme acaba de estrear em circuito nacional e será exibido pela primeira vez em Florianópolis. 
 
Após a exibição dos filmes, haverá uma roda de conversa entre membros do GAIRF e o público. Toda a programação é gratuita. O evento tem o apoio da Fundação Catarinense de Cultura. 
 
Sobre o GAIRF 
 
Criado em 2014 por iniciativa da Arquidiocese de Florianópolis, o Grupo de Apoio a Imigrantes e Refugiados em Florianópolis e região (GAIRF) reúne diversas instituições e membros da sociedade civil, entre os quais estão a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e Pastoral do Migrante, tendo como objetivo integrar imigrantes e refugiados à sociedade brasileira. Acompanhe o grupo em: www.facebook.com/gairf e www.imigrafloripa.wordpress.com 
 
Serviço 
 
Mostra de Cinema REFUGIADOS.DOC 
Quando: segunda-feira (26) e terca--‐feira (27) às 20h 
Onde: Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 ‐ Agronômica - Florianópolis  (SC)
Entrada Gratuita 
 
Programação 
 
Dia 26/6: 
“Refugiados – A vida de Popole Misenga” (dir. Cavi Borges) 
“Home Video” (dir. Lucas Rached) 
“Rekomanse” (dir. Ana Marinho, Beatriz Cerino, Caroline Figueiredo, Everson Chagas e Izabel Guzzon) 
“Vidas Deslocadas” (dir. João Marcelo) 
 
Dia 27/6: 
“Bem‐vindo ao Canadá” (dir. Adam Loften & Mary Fowles) 
“A Casa de Lucia” (dir. João Marcelo)

Fonte: Assessoria de imprensa do evento