Redes Sociais:
Buscar por:

::Mais notícias::


Série de exposições marca os 156 anos de Cruz e Sousa no Museu Histórico de Santa Catarina

Terça, 10 de Outubro de 2017
A exposição “Lendo e Relendo Cruz e Sousa” abre oficialmente na terça-feira (31) as celebrações do Museu Histórico de Santa Catarina pelos 156 anos de nascimento do poeta simbolista catarinense. A programação do Museu, que é administrado pela Fundação Catarinense de Cultura, avança pelo mês de novembro com pelo menos outras duas ações artísticas: a mostra coletiva “Dizer e Ver Cruz e Sousa” e a intervenção “Abalo” – as duas com início previsto para 14 de novembro. Todas com entrada gratuita.
 
“Lendo e Relendo Cruz e Sousa” vai até 27 de novembro e reúne obras de dois alunos/artistas da Oficina de Artes Plásticas/Visuais do Núcleo de Atividades de Altas Habilidades da Fundação Catarinense de Educação Especial. O projeto busca discutir a invisibilidade social, conceito criado para designar as pessoas que ficam invisíveis socialmente, seja por preconceito ou indiferença. O fenômeno também ocorre com pessoas ilustres que emprestam seus nomes a prédios e monumentos famosos distribuídos pela cidade. A escolha do poeta catarinense tem por objetivo justamente fomentar a sua visibilidade através dessa mostra. 
 
A partir do dia 14 de novembro outras duas ações somam-se à programação: “Dizer e Ver Cruz e Sousa” e “Abalo”.  “Dizer e Ver Cruz e Sousa” é uma coletiva que reúne obras de 29 artistas, como Cássia Aresta, Carlos Asp, Raquel Stolf, Diego de Los Santos, Sandra Alves, Rubens Oestroem, Silvana Leal, Pedro Driin, e que dialogam com aspectos da vida e obra do simbolista. A curadoria é das professoras do Centro de Artes (Ceart) da Udesc Rosângela Cherem e Juliana Crispe. 
 
Já “Abalo” foi idealizada como uma intervenção artística que tomará os jardins do palácio que leva o nome do homenageado e abriga o Museu Histórico de Santa Catarina. Tendo à frente 16 artistas, entre elas Andreza Guerner, Rosana Bortolin, Marta Martins e Anete George, a mostra consiste em duas instalações: uma com troncos de madeira e outra com tijolos. Na primeira, os troncos exibirão colagens e trechos de poemas do simbolista para construir uma espécie de “paisagem humana do Brasil”. A segunda terá como matéria-prima tijolos de cerâmicas que trarão impressos palavras extraídas dos poemas “Livre!”, “Litania dos Pobres”, “Tortura Eterna” e “Invulnerável”. Cada tijolo representará uma palavra e eles serão colocados nos jardins do palácio para que sejam manipulados pelo público, formando novos versos. 
 
 
"Cisne Negro"
 
Grande poeta, João da Cruz e Sousa foi um dos precursores do Simbolismo no Brasil. Recebeu a alcunha de Dante Negro ou Cisne Negro. Nasceu em Nossa senhora do Desterro (24 de novembro de 1861) e faleceu em Minas Gerais  (19 de março de 1898). Hoje, empresta seu nome ao Museu Histórico de Santa Catarina Palácio Cruz e Sousa, onde também estão depositados seus restos mortais. 
 
O Museu Histórico de Santa Catarina está localizado na Praça XV de Novembro, no Centro de Florianópolis. Está aberto à visitação de terça a sexta-feira, das 10h às 18h; também aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h. Mais informações pelo telefone (48) 3665-6363.
 
Serviço
 
Comemoração dos 156 anos do Poeta Cruz e Sousa – Museu Histórico de Santa Catarina
 
Exposição “Lendo e Relendo Cruz e Sousa”
Abertura: Terça-feira (31/10), às 14h30
Período de visitação: de 31/10 a 27/11/2017
Local: salas 4 e 5 - térreo
Entrada: gratuita
Artistas: Luciane Kroll e Rafael Martins
 
Exposição “Dizer e Ver Cruz e Sousa”
Abertura: dia 14 de novembro, às 19h
Período de visitação: de 14/11 a 4/03/2018
Local: Sala Martinho de Haro
Entrada: gratuita
Artistas: Adriana Maria dos Santos, Albertina Prates, Carlos Asp, Carlos Roberto de Oliveira (Bebeto), Cássia Aresta, Diego de los Campos, Danísio Silva, Fernando Albalustro, Franzoi, Gelsyr Ruiz, Ilca Barcelos, Jandira Lorenz, Julia Iguti, Lorival (Loro), Nelson Teixeira, Patrícia Amante, Pedro Driin, Raquel Stolf, Rosana Bertolin, Silvana Leal, Susana Bianchini, Yara Guasque, Clara Fernandes, Sérgio Adriano, Cassio, Sandra Alves, Itamara Ribeiro, Sérgio Canfield e Rubens Oestroem.
 
“Abalo – Intervenção Artística nos Jardins do Palácio Crua e Sousa”
Abertura: dia 14 de novembro, às 19h
Período de visitação: de 14/11 a 4/03/2018
Local: jardins do Palácio Cruz e Sousa
Artistas: Allan Cardoso, Anete George, Andreza Guerner, Cyntia Werner, Duda Desroiers, Fabio Luis, Flavia Rossinky, Marta Martins, Paula Souza Campos, Rosana Bortolin, Sandra Alves, Sandra Fávero e Silvana Macêdo.
 
 
 

Fonte: Assessoria de Comunicação FCC