Redes Sociais:
Buscar por:

::Mais notícias::


Cia Lápis de Seda apresenta os espetáculos "Convite ao Olhar" e "Será que É de Éter", com entrada gratuita, dias 23 e 24 de novembro no CIC

Segunda, 13 de Novembro de 2017
Depois das apresentações em Florianópolis (SC), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS)com a turnê nacional de "Convite ao Olhar" e as vésperas de estrear "Será que É de Éter", a Companhia de Dança Lápis de Seda, de Florianópolis, faz uma apresentação especial, voltada para alunos de escolas e instituições interessadas na reflexão sobre dança contemporânea e questões inclusivas. A criação e circulação dos espetáculosforam viabilizadas pelo incentivo do Ministério da Cultura, via Lei Rouanet, e o patrocínio da empresa Cateno.
 
A apresentação de "Convite ao Olhar" no dia 23 de novembro, às 15h, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis (SC), conta com o apoio da Prefeitura de Florianópolis através da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin, da Fecoagro, Projeta Planejamento e Marketing e do governo do Estado de Santa Catarina, através da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), também apoiador do espetáculo "Será que É de Éter", que estreia no dia 24 de novembro, no Teatro Ademir Rosa, às 21h.
 
"Será que É de Éter" tem a complexidade de uma montagem com música ao vivo. A coreografia aproxima música, dança contemporânea e o desejo de homenagear o consagrado compositor Chico Buarque de Holanda. As canções são interpretadas por Claudia Passos e banda. Sob a direção de Luiz Gustavo Zago, a intérprete e cinco instrumentistas se apresentam em meio aos conceitos “cênicos” dasound e light designerHedraRockenbach. O elenco se compõe do diretor musical Luiz Gustavo Zagono piano, IvaGiracca, no violino, Felipe Arthur Moritz, com sax e flauta, Dudu Pimentel e Leandro Fortes no violão e Alexandre Damaria, na percussão.
 
Cria de edital
 
"Convite ao Olhar" recentemente foi uma das atrações na Noite de Premiação, quando os produtores culturais contemplados pelo Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2017 assinaram seus contratos e viram atrações criadas a partir do incentivo. O Centro Integrado da Cultura, maior palco do Estado, recebeu em 12 de setembro a banda Cores de Aidê, o ator Malcon Bauer com "O Homem de Agrolândia", a Cia. de Dança Lápis de Seda e a Escola Teatro Bolshoi no Brasil. A Lápis de Seda conquistou o Prêmio Elisabete Anderle em 2015, com o qual foi possível criar e circular em três cidades catarinenses com "Convite ao Olhar". Com outros incentivos, em 2017 a companhia apresentou o trabalho em quatro capitais do Brasil, além de ter participado do 10º Múltipla Dança – Festival Internacional de Dança Contemporânea, apontado neste gênero como o mais importante no Sul do Estado.
 
Criada em 2014, Lápis de Seda adota como pedagogia uma formação mista de jovens e adultos. Na faixa etária de 20 a 50 anos, o grupo de dez bailarinos é composto por 60% considerados com deficiência intelectual e/ou motora e 40% sem deficiência. Na diferença, a descoberta da riqueza. “A intenção é evitar rotulações e conceitos limitadores, como a de uma companhia de dança de bailarinos com deficiência. Lápis de Seda quer ser somente uma companhia de dança”, diz Ana Luiza Ciscato, coordenadora e diretora artística da companhia. Ela tem sólida experiência na condução de grupos de dança mistos que incluem pessoas com algum tipo de deficiência motora e/ou intelectual. Autora de um trabalho já reconhecido, trabalha com dança em Associações de Pais e Amigos de Excepcionais (Apaes).
 
Com experiência e serviços nesse campo de atuação, em 2011 ela atende ao convite da organização não governamental britânica Diverse City e do British Council para integrar o projeto Breathe, que posteriormente resulta em Battle for theWinds/Breathe, espetáculo de abertura dos Jogos Náuticos nas Olímpiadas de 2012, em Londresno qual entraBrasileiríssimo, coreografia concebida por Ana Luiza Ciscato para a turnê inglesa. Entre outras cidades e lugares, esteve noLiveSite – palco ao ar livre criado para a abertura dos Jogos Náuticos, em Weymouth, na Inglaterra. 
 
A Companhia de Dança Lápis de Seda está vinculada à Arte Movimenta, realizadora do projeto patrocinado pelo Ministério da Cultura e Cateno, através da Lei Rouanet.Instituição do terceiro setor, ela foca no desenvolvimento humano, está comprometida com propostas coletivas de cunho criativo e uma concepção de inteligência identificados com os princípios da economia criativa. Incentiva a arte desde 2005, sempre com temas comunitários e conteúdos capazes de provocar transformações socioculturais.
 
Serviço 
 
Espetáculo "Convite ao Olhar" 
O quê: Convite ao Olhar – Cia. de Dança Lápis de Seda
Quando: 23.11.2017, 15h
Onde: Teatro Ademir Rosa, Centro Integrado de Cultura (CIC), av. Irineu Bornhausen, 5.600, bairro Agronômica, Florianópolis 
Quanto: Gratuito
Apoio: Governo do Estado de Santa Catarina/Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte/Fundação Catarinense de Cultura, Fecoagro, Projeta Planejamento e Marketing, Prefeitura Municipal de Florianópolis/Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes
 
 
Espetáculo "Será que É de Éter"
O quê: Será que É de Éter – Cia. Lápis de Seda e Claudia Passos
Quando: 24.11.2017, 21h
Onde: Teatro Ademir Rosa, av. Gov. Irineu Bornhausen, 5.600, bairro Agronômica, Florianópolis, tel.: (48) 3664-2555
Quanto: R$40 inteira e R20 meia entrada
 
 
 

Fonte: Assessoria de Comunicação Cia Lápis de Seda