Redes Sociais:
Buscar por:

::Mais notícias::


5 dicas para curtir o Carnaval da FCC

Quinta, 08 de Fevereiro de 2018
Se você está buscando mais do que festa e folia nos cinco dias de Carnaval que estão chegando, este é o seu lugar! A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) tem cinco dicas imperdíveis de programas para o período, quando suas casas estarão funcionando com horários especiais (confira aqui). 
 
Venha com a gente e se programe:
 
1) Filmes do mundo com entrada gratuita no Cinema do CIC
 
A sala de Cinema do Centro Integrado de Cultura estará com uma programação totalmente gratuita no período. De quinta-feira a domingo (8 a 11/2), às 20h, tem comédia romântica polonesa na telona do CIC, com o longa Tudo que eu Amo, de Jacek Borcuch. No sábado (10), às 16h, é a vez da criançada que curte a animação francesa Kiriku - Os Homens e as Mulheres. A programação completa do Cinema está disponível aqui na página da FCC. Além da entrada, no CIC você também não paga o estacionamento. 
 
2) Videoarte e instalações audiovisuais no Museu da Imagem e do Som
 
A voltinha pelo CIC pode começar mais cedo, com uma visita à sala de exposições do Museu da Imagem e do Som (MIS/SC) onde está  rolando a exposição Thirdpsilon Digital Roughness, do artista Bruno Bez. No escurinho do MIS estão videoartes e instalações audiovisuais, que simulam experiências e provocam a lógica, os sentidos e atribuem substância sensorial à uma realidade virtual ampla e insólita. De graça, com visitação no sábado, domingo e terça-feira (10, 11 e 13/2), das 10h às 21h. Só não abre na segunda-feira (12/2). 
 
3) Seis experiências artísticas no Museu de Arte de Santa Catarina
 
Seu passeio pelo CIC pode ser ampliado com uma experiência em dose sêxtupla. É isso mesmo! Nada menos do que seis exposições estão com visitação aberta e totalmente gratuita nos salões do Museu de Arte de Santa Catarina, ou MASC como é mais conhecido.
 
Logo na entrada, a mostra Sensos e Sentidos captura o público com 120 obras que correspondem à produção dos últimos cinco séculos de países como Portugal, Peru, França, Espanha, Itália e Brasil – incluindo notáveis catarinenses como Victor Meirelles. Logo mais adiante, o público se depara com a obra Namblá Xokleng, da artista Mônica Nador e JAMAC, fazendo uma reflexão acerca violência contra o povo indígena na Claraboia do Museu. Na sala ao lado, esculturas e objetos do acervo do MASC formam a coleção imperdível exposta em Nodus Vitale, com obras de dez grandes artistas. Logo adiante, é a vez da obra do inconfundível Silvio Pléticos. Em Pléticos - Espaço, Geometria e Construção, o croata de 94 que escolheu Santa Catarina para viver e produzir apresenta, com curadoria de Janga, pinturas desenvolvidas a partir do fim dos anos 1960. Dê, ainda, uma passada pela Sala de Vídeos do MASC, onde a artista Regina Parra apresenta dois audiovisuais em Por Uma Geografia da Proximidade. Os trabalhos mostram tentativas de encontro e proximidade com estrangeiros que escolheram viver no Brasil. Antes de sair, não deixe de conferir as obras de Eli Heil no MASC 6x3, que faz uma homenagem mais do que merecida a esta artista que nos deixou no ano passado. Ufa! Haja fôlego! 
Assim como o  MIS, o MASC só não abrirá na segunda-feira (12/2) - nos demais dias está atendendo das 10h às 21h. 
 
4) Brisa do mar e embarcações de todo o país no Museu Nacional do Mar
 
Se o seu Carnaval tiver como destino o litoral norte de Santa Catarina, então o Museu Nacional do Mar, em São Francisco do Sul, é parada obrigatória! No simpático prédio à beira da Baía da Babitonga - com direito a trapiche e tudo - está uma grande diversidade de embarcações que levam o visitante a um passeio pela história da navegação e da relação do homem com o mar, por meio de seu acervo tombado por Lei Federal de 2010. No fim do percurso, sente para sentir a brisa do mar na área externa do Museu, com direito a uma sombrinha gostosa.
 
O Museu Nacional do Mar estará aberto no sábado e domingo (10 e 11/2), das 10h às 18h (a última admissão é às 17h30); também na terça-feira (13), no mesmo horário; e na quarta-feira (14) a partir das 13h. Fechado na segunda-feira (12). A entrada custa R$ 5 inteira ou R$ 2 meia-entrada com carteirinha de estudante (entre 8 e 17 anos), estudante universitário (carteirinha com validade). Moradores de São Francisco do Sul que levarem 
comprovante de residência não pagam ingresso.
 
5) Cultura e tradição na Grande Florianópolis com a Casa de Campo e o Museu Etnográfico
 
Está pensando em sair um pouco do fervo das cidades litorâneas? A Grande Florianópolis oferece duas preciosidades que guardam um pouco da história do nosso Estado e seus colonizadores a poucos quilômetros da Capital.
 
Em direção à Serra, o município de Rancho Queimado abriga a Casa de Campo do Governador Hercílio Luz, que estará aberta no sábado e domingo (11 e 12/2), das 10h às 17h, e guarda em suas salas mobiliários e objetos que remontam à ocupação alemã na região.
 
Se subir em direção ao Norte, na altura de Biguaçu, às margens da BR-101 está situado o Museu Etnográfico Casa dos Açores. Com acervo recentemente renovado, ele apresenta vestuários e curiosidades sobre a passagem do povo açoriano que colonizou o litoral catarinense. Também abrirá no sábado e domingo (11 e 12/2), das 9h às 12h30 e das 13h30 às 18h.
 
Ambos os espaços têm entrada gratuita e possuem um lindo gramado em seus jardins, propícios para um piquenique ou um simples descanso ao ar livre após a visita. 

Fonte: Assessoria de Comunicação FCC